Alesc oficializa abertura de processo de impeachment contra Moisés e Daniela

Governador e vice vão responder à denúncia assinada pelo defensor público Ralf Zimmer Junior

Por Oeste Mais

30/07/2020 15h33 - Atualizado em 30/07/2020 15h43


O processo de impeachment contra o governador de Santa Catarina, Carlos Moisés da Silva, e a vice-governadora, Daniela Reinehr, foi oficialmente aberto nesta quinta-feira, dia 30, na Assembleia Legislativa (Alesc). A leitura da denúncia foi feita pelo 1º Secretário, Laércio Schuster Junior (PSB), no começo da sessão desta manhã. O comunicado foi feito pelo presidente da Alesc, Julio Garcia (PSD). O deputado Laércio Schuster vai entregar em mãos o processo de impeachment ao governador, vice e ao secretário.

 

Moisés e Daniela vão responder à denúncia assinada pelo defensor público Ralf Zimmer Junior. Ele aponta crime de responsabilidade dos agentes públicos na concessão de aumento salarial aos procuradores do Estado por "decisão administrativa". Garcia seguiu o parecer favorável da Procuradoria da Alesc a este pedido. Outros três tiveram parecer contrário e o quinto segue em análise.

 

Ao oficializar que seria feita a leitura da denúncia de Ralf Zimmer Junior, nesta quinta-feira, o presidente da Alesc disse que nesta fase os encaminhamentos são jurídicos: "Estou agindo no estrito cumprimento das minhas responsabilidades". Depois, Garcia citou ter recebido críticas nos últimos dias e disse que vai respondê-las "no momento e no foro adequados".

 

Pelo rito, o governador e a vice serão intimados da denúncia e terão dez sessões para a defesa. Depois, a comissão especial com nove deputados indicados pelos blocos partidários começa a analisar a questão e emite um parecer que será analisado em formato de projeto no plenário da Alesc.

Com informações do NSC Total

COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.