Sete pessoas são presas suspeitas de extorsão e furto de veículos em revendedoras

Criminosos entravam em contato com as vítimas por telefone para pedir resgate e fazer ameaças

Por Oeste Mais

14/11/2019 16:45



Sete pessoas foram presas no Norte de Santa Catarina em uma operação na manhã desta quinta-feira, dia 14. Cinco mandados de prisão preventiva foram cumpridos em Joinville, um em São Francisco do Sul e um em Itajaí.

 

A ação, chamada de Operação M.O. Itinerante, foi realizada a partir de uma investigação que apura o envolvimento dos suspeitos em uma organização criminosa especializada em furto de veículos e extorsão das vítimas, de acordo com a Polícia Civil.

 

Foram cumpridos também 16 mandados de busca e apreensão e as contas bancárias dos suspeitos foram bloqueadas pela Justiça. Os suspeitos foram encaminhados ao sistema prisional de Joinville.

Mandados de prisão preventiva e de busca e apreensão foram cumpridos na manhã desta quinta-feira em três cidades (Foto: Polícia Civil)

Investigação

 

Uma série de furtos de veículos em revendedoras de automóveis de Palhoça deu início à investigação, há cinco meses, de acordo com o delegado da Polícia Civil de Palhoça, Arthur Lopes. Os crimes eram praticados à noite.

 

De acordo com a Polícia Civil, a base da organização ficava em Joinville, mas os suspeitos viajavam até outras cidades para praticar os crimes. Foram realizados sete furtos de veículos no mês de maio, todos da marca Hyundai, segundo a polícia. Cinco deles foram levados de revendas localizadas em Palhoça, um em Florianópolis e outra em Balneário Camboriú.

 

Segundo o delegado, os criminosos telefonavam para os proprietários horas após o furto exigindo o pagamento de resgate pelo veículo. Os suspeitos cobravam valores para a devolução dos carros e ameaçavam incendiar as lojas. De acordo com a polícia, também eram feitas ameaças contra crianças das famílias das vítimas. Após receber o resgate, "laranjas" eram utilizados para dificultar o rastreamento dos valores e a identificação dos integrantes da organização.

Com informações do G1


COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.