Primeira colocada nas eleições para conselheiro tutelar de Concórdia é cassada

Após ser constatado irregularidades, candidata deu lugar para uma suplente

Por Oeste Mais

19/10/2019 10:00 - Atualizado em 19/10/2019 10:03



O resultado final da eleição do Conselho Tutelar de Concórdia foi publicado nesta sexta-feira, dia 18. A candidata mais votada, Sheila Cristina Kadzerski, foi cassada após irregularidades, dando lugar a suplente Andressa Fuchina Pellizzaro.

 

Segundo nota enviada à imprensa pela Comissão do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente, que foi responsável pelo processo eleitoral, foram feitas duas denúncias de irregularidades.

 

A nota ainda diz que os candidatos foram informados oficialmente e tiveram espaço para apresentar a defesa. “A comissão por unanimidade decidiu pelo arquivamento de um dos casos, por insuficiência de provas, e pela cassação da outra”.

 

A Comissão do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente não divulgou qual foi a irregularidade que levou à cassação de Sheila, que ficou em primeiro lugar, com 299 votos.

Com informações da Rádio Aliança


COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.