Policial que se envolveu em acidente com viatura é preso em Abelardo Luz

Decisão da promotoria surpreendeu a Polícia Civil, diz delegado

Por Oeste Mais

19/04/2019 10:56 - Atualizado em 19/04/2019 11:22



Um policial civil, que também é vereador de Abelardo Luz, foi preso nesta sexta-feira, dia 19, por determinação da Justiça. O agente é quem teria se envolvido em um acidente com uma viatura da Polícia Civil na manhã anterior, no interior do município.

 

O policial foi conduzido à Delegacia Regional de Polícia de Xanxerê para prestar depoimento sobre o caso. A Polícia Civil emitiu uma nota falando sobre a prisão do agente. Confira o que diz:

 

Nota da Polícia Civil sobre ocorrência em Abelardo Luz

 

A Polícia Civil, por intermédio da DIFRON - Diretoria de Polícia da Fronteira - está acompanhando a ocorrência deste dia 18 de abril onde o policial civil Lucas Serjanoto, lotado na Delegacia de Abelardo Luz, é citado.

 

O inquérito para apurar as circunstâncias dos fatos está instaurado e nesta sexta-feira, 19, a Polícia Civil dará início às oitivas com os depoimentos dos demais envolvidos para a mais rápida apuração e elucidação dos fatos.

 

Está também em trabalho conjunto com o Poder Judiciário e o Ministério Público para a total apuração dos fatos.

 

Finalmente, a Polícia Civil não coaduna com comportamentos ou atitudes de seus membros que contrariem o código de ética da instituição e eventual conduta indevida será apurada pela Corregedoria da Polícia Civil.

 

Conforme informações da rádio Rainha das Quedas, o caso iniciou com o policial liberando um homem que havia sido peso em flagrante após agredir e ameaçar de morte a sua companheira. Usando a viatura da Polícia Civil, em companhia do detido, o policial percorreu bares e postos de combustível da cidade onde ingeriu bebidas alcoólicas com o detido.

Capotamento com viatura aconteceu na manhã de quinta-feira (Foto: Reprodução/WhatsApp)

Contrariando a ordem de medida protetiva deferida pela Justiça para a vítima, foram à casa da mulher e de seu pai e efetuaram diversos disparos de arma de fogo, conforme relato de vizinhos que testemunharam. Ao retornar com a viatura da Polícia Civil já pela manhã, o agente acabou capotando o veículo.

 

Ao tomar conhecimento do fato, o Ministério Público de Abelardo Luz passou a investigar as circunstâncias juntamente com o delegado regional de Xanxerê e emitiu o mandado de prisão preventiva acatado pela Justiça.


COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.