Polícia Ambiental apreende armas, animais abatidos e prende homem por maus tratos

Tatu temperado e restos mortais de veado e javali foram encontrados em residência

Por Redação Oeste Mais

30/11/2018 14h17 - Atualizado em 17/04/2020 14h39



Após denúncia, a polícia se deslocou até o local informado, em Joaçaba (Fotos: Caco da Rosa)

A Polícia Militar Ambiental encontrou animais silvestres abatidos e apreendeu armas durante uma fiscalização em uma residência, no final da tarde desta quinta-feira, dia 29, em Joaçaba.

 

A guarnição se deslocou até o local para averiguar uma denúncia de maus tratos, quando avisou pela janela da casa, um tatu abatido e temperado em uma bacia.

 

Durante as buscas na residência, foi encontrada uma espingarda calibre 12, com 37 munições intactas e nove cartuchos deflagrados, dois rádios comunicadores, uma espingarda de pressão calibre 12, além de várias munições. Também foram localizados restos mortais de veado e javali.

 

Os policiais também constataram que um cachorro estava amarrado em uma corrente aos fundos da residência, com sinais de maus tratos e com diversas feridas pelo corpo.

 

O autor, que não colaborou com a fiscalização, foi detido e encaminhado à delegacia para responder pelos crimes. O cachorro foi deixado aos cuidados da ONG Bom pra Cachorro, e os restos mortais dos animais abatidos encaminhados para o aterro sanitário de Erval Velho.





Com informações do Caco da Rosa


COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.