Operação da Polícia Federal contra fraudes tributárias é realizada na capital e em outras quatro cidades catarinenses

Operação Saldo Negativo também foi realizada em outros estados

Por Oeste Mais

05/11/2019 10:20



Bens apreendidos em Criciúma (Foto: Polícia Federal)

A Polícia Federal e a Receita Federal deflagraram, na manhã desta terça-feira, dia 5, a Operação Saldo Negativo, destinada a combater um grupo criminoso especializado em fraudar declarações de tributos federais através de compensação com créditos falsos. Há alvos nas cidades de Florianópolis, São José, Criciúma, Itapema e Indaial.

 

No total, são cumpridos mandados em quatro estados brasileiros, São Paulo (São Paulo, São Bernardo do Campo, Carapícuiba e Ribeirão Preto), Paraná (Colombo) e Distrito Federal (Brasília), além de Santa Catarina.

 

Cerca de 140 policiais federais, com apoio de 41 servidores da Receita Federal, cumprem 25 mandados de prisão preventiva em desfavor de um servidor público, advogados, contadores e intermediários, e 30 mandados de busca e apreensão.

 

Além disso, também estão sendo cumpridas ordens judiciais de sequestro de 30 veículos, três motos aquáticas, duas embarcações, 24 imóveis residenciais e comerciais, 106 terrenos em um condomínio, e de valores existentes em contas bancárias dos investigados até um limite, cerca de R$ 7,8 bilhões.

Com informações do Diário Catarinense


COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.