Operação da Polícia Civil cumpre mandados em 38 municípios de SC

Trabalho realizado ao longo desta quarta-feira prendeu 181 pessoas por vários crimes no estado

25/04/2019 09:30 - Atualizado em 25/04/2019 09:30



Operação em SC teve a participação de 731 policiais civis em 239 viaturas (Foto: Polícia Civil)

A Polícia Civil de Santa Catarina prendeu 181 adultos e apreendeu 14 adolescentes durante a Operação #PC27, que ocorreu em todo o Brasil nesta quarta-feira, dia 24. O balanço da operação, que começou às 5 horas da manhã, foi divulgado oficialmente no final da tarde.

 

A Operação #PC27, em alusão às 27 unidades da federação, tinha como alvo foragidos da Justiça, que cometeram diversos crimes considerados graves, como roubo, homicídio e estupro. Também foram feitos flagrantes em todo o país.

 

De acordo com a Polícia Civil, das 181 pessoas presas no estado catarinense, 107 já tinham sentença condenatória. Outras 52 foram presas preventivamente e duas de forma temporária. Ao todo, 20 foram presos em flagrante.

 

Também foram cumpridos 132 mandados de busca e apreensão, com 20 armas de fogo apreendidas. Ainda segundo a Polícia Civil, participaram da operação 731 policiais civis em 239 viaturas.

 

Os mandados foram cumpridos nas seguintes cidades: Florianópolis, Abelardo luz, Anchieta, Balneário Camboriú, Blumenau, Caçador, Campo Erê, Canoinhas, Concórdia, Chapecó, Criciúma, Dionísio Cerqueira, Descanso, Garopaba, Imbituba, Itapiranga, Itajaí, Ituporanga, Joaçaba, Joinville, Lages, Laguna, Mafra, Mondaí, Morro da Fumaça, Palhoça, Porto União, Rio Negrinho, Rio do Sul, Santo Amaro, São Bento do Sul, São José, São Miguel do Oeste, São Lourenço do Oeste, Tijucas, Tubarão, Videira, Xanxerê.

Mais de R$ 200 mil foram apreendidos em Florianópolis (Foto: Polícia Civil)

Dinheiro apreendido

 

Entre os destaques da operação, está uma apreensão de R$ 200 mil em Florianópolis. A ação foi feita pela Delegacia de Combate às Drogas (Decod), que encontrou em uma casa, além do valor em dinheiro, aparelhos celulares, notebook e um artefato explosivo.

 

A operação foi coordenada pelo Conselho Nacional de Chefes de Polícia Civil (CONCPC). O objetivo é promover e integrar o Sistema Único Segurança Pública, coordenado pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública.

Do G1


COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.