Mulher é indiciada após mentir ter sido estuprada para esconder traição

Acusada vai responder por denunciação caluniosa contra suposto amante em Chapecó

Por Oeste Mais

14/09/2018 08:01


Uma mulher de 49 anos foi indiciada pelo crime de denunciação caluniosa depois de ter acusado o suposto amante de estupro para esconder uma traição no município de Chapecó. A investigação sobre o caso foi concluída pela Polícia Civil nesta quinta-feira, dia 13.

 

O crime foi praticado há cerca de quatro meses, após o marido dela descobrir um relacionamento extraconjugal da companheira. A mulher então foi até a delegacia e relatou ter sido vítima de estupro, apontando o amante como o autor da violência sexual.

 

Ao longo da investigação, segundo a Polícia Civil, a mulher entrou em contradição e a verdadeira história foi descoberta. “Acionar a polícia, dando causa a uma investigação policial sobre fatos que não ocorreram, e apontar pessoa inocente como seu autor, é crime de denunciação caluniosa, punido com pena de reclusão de dois a oito anos”, destacou em nota a Polícia Civil.


COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.