Homem assalta a própria cunhada e ameaça vítima de morte no interior de Xavantina

Suspeito dormia na casa da vítima e foi preso junto com comparsa após dupla capotar veículo em tentativa de fuga

Por Oeste Mais

14/03/2019 09:57 - Atualizado em 14/03/2019 11:22


Um homem foi preso em flagrante na manhã desta quinta-feira, dia 14, depois de assaltar a própria cunhada na Linha das Palmeiras, no interior do município de Xavantina. Ele cometeu o crime com a ajuda de um comparsa, natural do Paraguai, também preso após ambos capotarem um veículo durante a tentativa de fuga.

 

De acordo com o relato da vítima, o cunhado estava dormindo na casa dela depois de ter chegado de uma viagem a Florianópolis. “Ele pediu para ficar uma noite, a gente deixou, mas não sabia que ele estava com esse rolo de roubar tudo e fazer ameaças”, relatou a mulher ao site Ronda Policial.

Cunhado ameaçou mulher com uma faca (Fotos: Flávio Carvalho/Ronda Policial e Polícia Militar)

“Às 5 horas da manhã, ele levantou e ligou o rádio. Meu marido estava trabalhando. Nisso eu pedi: por favor, desliga o som. Ele desligou e em cinco minutinhos foi dentro do quarto e me ameaçou com a faca, que era para mim dar a carteira, que ele ia roubar tudo dentro de casa e ir embora”, contou a mulher.

 

Logo em seguida, segundo a vítima, ela disse ter sido empurrada para cima do sofá, com o cunhado ainda a ordenando a ficar quieta e fazendo ameaças de morte se ela reagisse.

 

O cunhado e o comparsa fugiram com o veículo da própria família da vítima, um Ford Fiesta, com placas de Xanxerê, e acabaram capotando o carro. Eles foram presos caminhando nas margens da SC-155, rodovia estadual que liga Xavantina a Xanxerê.

 

Encaminhados para a Delegacia de Polícia Civil de Xanxerê, os dois foram ouvidos e levados para o Presídio Regional do município, onde permanecerão à disposição da Justiça. Com eles ainda foram apreendidos R$ 600 e vários objetos roubados da residência.




COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.