Gaeco prende acusados de desvios de recursos de presos no Oeste

Operação ocorre nos municípios de Videira, Fraiburgo, Curitibanos e Joaçaba, além dos municípios paranaenses de Curitiba e Colombo

Por Oeste Mais

10/05/2019 11:41 - Atualizado em 10/05/2019 12:07



O Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas (Gaeco) deflagrou na manhã desta sexta-feira, dia 10, a Operação Pecúlio, realizando o cumprimento de três mandados de prisões temporárias e 13 buscas e apreensões nos municípios de Videira, Fraiburgo, Curitibanos e Joaçaba, além dos municípios paranaenses de Curitiba e Colombo.

 

A 2ª Promotoria de Justiça da comarca de Videira e o Gaeco investigam, com a colaboração da Corregedoria-Geral da Secretaria de Estado de Justiça e Cidadania, supostos crimes contra a administração pública, especialmente peculato, corrupção passiva e ativa e associação criminosa, além de atos de improbidade administrativa envolvendo agentes públicos e terceiros.

 

O nome da operação deve-se ao fato da investigação constatar indícios de desvio do pecúlio dos presos (valor destinado ao detento, proveniente do trabalho remunerado exercido enquanto no cumprimento da pena ou depositado pelos familiares), além de irregularidades na compra de alimentos destinados ao presídio e na utilização do cartão de pagamento de despesas ordinárias de unidade prisional.

 

Os mandados de prisão temporária e busca e apreensão foram expedidos pelo Poder Judiciário (Vara Criminal de Videira) e estão sendo cumpridos por Policiais do Gaeco de Santa Catarina e do Paraná. O Centro de Apoio Operacional Técnico do MPSC (CAT) e do Instituto Geral de Perícias (IGP) também apoiam a operação.


COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.