Caminhão com placas clonadas de Chapecó é apreendido com carga milionária de cigarros na BR-101

Produtos também eram transportados por carreta em flagrante realizado pela PRF em Joinville

Por Oeste Mais

08/06/2019 11:52 - Atualizado em 08/06/2019 11:55



Cargas de cigarros foram avaliadas em R$ 3,86 milhões (Fotos: PRF)

Policiais rodoviários federais apreenderam duas cargas de cigarros contrabandeados do Paraguai que somaram 773 mil maços e foram avaliadas em R$ 3,86 milhões pela Receita Federal na noite desta sexta-feira, dia 7, na BR-101 em Joinville.

 

Dois homens foram presos e um caminhão roubado foi recuperado. O Mercedes Benz portava placas de Chapecó, mas os policiais descobriram que ele estava circulando clonado. Na verdade, o veículo era originário de Paranacity (PR) e tinha registro de furto/roubo. Os compartimentos de carga do Mercedes e de uma carreta Scania, com placas do Paraguai, estavam abarrotados de cigarros.

 

Os agentes realizavam ronda quando visualizaram os dois veículos juntos e seguindo pela BR-101 de forma muita lenta. Diante da suspeita, a equipe acompanhou o caminhão e a carreta até a Unidade Operacional da PRF, no km 26 da rodovia.

Motoristas foram presos em flagrante e responderão por contrabando (Fotos: PRF)

No momento da abordagem, os dois motoristas tentaram fugir correndo. Um foi capturado ainda perto da cabine do caminhão e outro em uma mata aos fundos do posto da PRF, se ferindo ao tentar pular uma cerca de arame farpado.

 

Os motoristas — um paranaense de 35 anos e um paulista de 25 — disseram que estavam sendo pagos para levar a carga do Paraná até a cidade de São José (SC). Eles foram conduzidos à Polícia Federal de Joinville e responderão por contrabando. Oh homens também deverão ter a CNH cassada por cinco anos, conforme lei federal sancionada em janeiro deste ano.

 

Os cigarros e a carreta seguiram para o depósito da Receita Federal. Atuaram na ação policiais rodoviários do Núcleo de Operações Especiais (NOE) e da equipe da PRF de Joinville.

 

Vídeo mostra caminhões carregados de cigarros paraguaios:





COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.