Homem baleado no pé em suposta tentativa de homicídio foi o próprio autor do tiro, diz polícia

Investigação de caso ocorrido em fevereiro deste ano foi concluída pela Polícia Civil

Por Redação Oeste Mais

16/06/2022 08h23



A Polícia Civil concluiu que o homem baleado no pé em uma suposta tentativa de homicídio foi o próprio autor do disparo do tiro. O caso ocorreu no dia 10 de fevereiro deste ano, na rua São Paulo, no bairro Chagas, em Xaxim, no Oeste de Santa Catarina.

 

Na ocasião, a polícia foi acionada após um jovem de 21 anos dar entrada no Hospital Frei Bruno depois de ser baleado no pé esquerdo. Na época, o rapaz disse às autoridades que duas pessoas, conduzindo uma motocicleta de cor preta, atiraram enquanto ele seguia pela rua para comprar um lanche.

 

A Polícia Civil passou a investigar o caso, com o Setor de Investigação Criminal não encontrando no suposto local da tentativa de homicídio nenhum vestígio de crime. No andamento das investigações, a polícia começou a receber informações de que a suposta vítima teria, na verdade, atirado acidentalmente contra si.

 

Simultaneamente à apuração, o jovem estava sendo investigado pela prática de outros crimes, já que é conhecimento do setor policial por supostamente integrar uma facção criminosa que atua no tráfico de drogas.

 

Em meados de março deste ano, a polícia prendeu o rapaz em flagrante pelo crime de tráfico de drogas e posse irregular de arma de fogo. Durante a diligência, um tênis foi apreendido com um orifício compatível com disparo de arma de fogo. Mas chamou a atenção o fato de o ângulo de entrada do projétil ser perpendicular.

 

A suspeita foi comprovada pela Polícia Científica, que além de atestar que o ângulo de entrada do projétil era perpendicular, apontou que o tiro foi disparado com a arma próxima ao tênis.

 

Com o laudo técnico, a polícia concluiu a investigação, descartando a suposta tentativa de homicídio, e indiciou o jovem pelos crimes de posse irregular de arma de fogo e disparo de arma de fogo.


COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.