Veículo que atropelou adolescente que ajudava o pai a sinalizar rodovia é localizado

Jovem de 16 anos chegou a ser socorrida, mas não resistiu aos ferimentos

Por Redação Oeste Mais

16/05/2022 14h56 - Atualizado em 16/05/2022 14h59



Veículo foi encontrado em uma garagem, no interior de Rio das Antas (Foto: Polícia Militar)

A Polícia Militar de Rio das Antas localizou na manhã desta segunda-feira, dia 16, a Saveiro que atropelou uma adolescente de 16 anos na tarde deste domingo, dia 15, na SC-135.

 

A jovem ajudava o pai a sinalizar a rodovia após o carro em que estavam quebrar, por volta das 20 horas, quando foi atropelada.

 

Segundo a PM, a Saveiro foi encontrada estacionada em uma garagem, no interior do município, porém o motorista envolvido no acidente ainda não foi preso.

 

O proprietário da Saveiro foi ouvido pela polícia e disse que não era o condutor no momento do acidente.

 

Ele relatou que estava com o condutor e outras pessoas em uma confraternização e cedeu o veículo para outra pessoa. O dono não estava com condutor no momento do atropelamento e ficou sabendo por terceiros que o carro teria se envolvido no acidente.

 

As informações sobre o suspeito foram repassadas à delegacia para investigação.

Thaiane tinha 16 anos e estava ajudando o pai a sinalizar a rodovia quando foi atropelada (Foto: Redes Sociais)

A adolescente foi identificada como Thaiane Baldissera Machado. Ela foi socorrida politraumatizada e em estado grave. Em seguida, foi encaminhada para o pronto atendimento no hospital do município, mas não resistiu aos ferimentos.

 

Thaiane era estudante da Escola De Educação Básica Santos Anjos, de Rio das Antas.

 

Nas redes sociais, amigos e familiares deixaram homenagens a jovem.

 

“Ainda estou em choque não consigo acreditar. Eu vi você ontem horas antes sorrindo e não imaginava que seria a última vez... Descanse em paz menina, que Deus conforte o coração da família”, escreveu uma amiga.


COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.