Morador de SC sofre golpe do falso delegado e deposita dinheiro na conta de presidiário do RS

Jovem de 23 anos fez pelo menos cinco depósitos, totalizando R$ 13 mil

Por Redação Oeste Mais

26/04/2022 19h33



Um morador de Pomerode, no Vale do Itajaí, de 23 anos, perdeu R$ 13 mil em um golpe pelo telefone. Ele fez pelo menos cinco depósitos para a conta de um presidiário no Rio Grande do Sul.

 

A vítima foi contatada por um aplicativo de mensagens por volta das 14 horas do último sábado, dia 23. O número tinha código de área 51, do Rio Grande do Sul. O homem que enviou a mensagem dizia ser delegado e mandou a foto de um documento como prova. O criminoso cobrar um valor como fiança para um suposto crime de assédio sexual cometido pela vítima.

 

Na segunda-feira, dia 25, o jovem recebeu mais mensagens, desta vez, de outro número, mas também com código de área 51. Foram pedidos novos depósitos. A vítima fez mais quatro pagamentos antes de ir à PM.

 

A polícia verificou com agentes do Rio Grande do Sul, os quais informaram que uma das contas está no nome de um presidiário preso no estado gaúcho.

 

A Polícia Militar de Pomerode informou que o golpe é comum. Um perfil feminino na rede social faz contato com a vítima e começa a enviar fotos íntimas. Em determinado momento, uma pessoa se passando por delegado faz contato com o homem e diz que as imagens são de crianças ou adolescentes e que um inquérito será aberto. Com receio da denúncia, a pessoa cede e paga os valores cobrados pelos bandidos.

Com informações do g1


COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.