Homem agressivo mata a companheira e acaba baleado pela polícia em Concórdia

Autor estava em casa, armado com uma espingarda, ameaçando a mulher de morte

Por Redação Oeste Mais

23/11/2021 08h22 - Atualizado em 23/11/2021 09h02



Um homem acabou baleado pela polícia, na noite desta segunda-feira, dia 22, após atirar contra a companheira, de 70 anos, no bairro Catarina Fontana, em Concórdia. Segundo a Polícia Militar, uma mulher estava gritando por socorro em casa, dizendo que o marido estava agressivo e possivelmente portando uma arma de fogo.

 

Ao se aproximar da residência dos envolvidos, a PM avistou o homem através da janela, segurando uma espingarda e bastante alterado, falando que iria matar a mulher e também quem tentasse entrar na casa.

 

Logo depois, ainda se negando a largar a arma, a polícia ouviu os gritos da mulher e um disparo dentro da moradia.

 

A guarnição cortou o cadeado do portão de ferro e adentrou o local, ainda sob ameaça por parte do morador. Com apoio do escudo balístico, a polícia tentou entrar, mas o agressor novamente apareceu com a espingarda em mãos, dizendo que só sairia da casa morto.

 

Os agentes, então, efetuaram um disparo contra o autor, para neutralizá-lo, acertando a região abdominal dele, que largou a arma de fogo e abriu a porta, se rendendo.

 

Já dentro da casa, a Polícia Militar acionou o Corpo de Bombeiros ao se deparar com a mulher caída no chão e com ferimento de tiro, já sem os sinais vitais.

 

O homem recebeu atendimento e foi encaminhado ao Hospital São Francisco.

 

Em vistoria na casa, foi localizada diversas munições dos mais variados calibres e equipamentos para recarga.


COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.