Jovem é concretada na parede após pedreiro confessar fazer sexo e matar a vítima

Corpo de Joice Maria da Glória Rodrigues foi encontrado nesta semana em obra em construção em SP

Por Redação Oeste Mais

06/10/2021 16h52 - Atualizado em 06/10/2021 16h56



Joice Maria da Glória Rodrigues, de 25 anos, havia desaparecido em São Vicente, SP (Foto: Arquivo Pessoal)

O corpo de uma jovem de 25 anos foi encontrado concretado em uma parede no município de São Vicente, no Litoral de São Paulo, nesta terça-feira, dia 5. A vítima é Joice Maria da Glória Rodrigues. Ela era estudante, casada e mãe de duas filhas.

 

Um pedreiro de 56 anos foi preso após confessar ter estrangulado a vítima com uma camiseta. O homem trabalhava em uma obra, onde o corpo da jovem foi localizado. Segundo a polícia, outro suspeito também foi detido.

 

Segundo informou o g1, ela teve o corpo concretado em uma parede embaixo da escada de um imóvel em construção na Rua Senador Lúcio Bittencourt, no bairro Esplanada dos Barreiros.

 

O homem que confessou o crime disse ter mantido relações sexuais com Joice. A polícia não informou se as relações foram ou não consentidas.

 

A vítima estava desaparecida desde o dia 27 de setembro, quando saiu para visitar o avô. A família informou que Joice deu notícia pela última vez quando estava em um ponto de ônibus e ligou para o esposo.

 

"A última vez que entrou em contato com o esposo foi de noite, ela disse que estava no ponto para pegar a condução e ir para casa. Ele ficou esperando ela, mas o tempo foi passando e ela não apareceu", disse a irmã da jovem, Maria da Glória Rodrigues.

 

Localização do corpo

Polícia localizou o corpo da jovem desaparecida em obra em São Vicente, SP (Foto: g1 Santos)

O proprietário do terreno foi questionado pela polícia sobre áreas recém concretadas ou frescas existentes na obra. Ele respondeu que não havia nenhuma, entretanto, nesta terça, pensando na possibilidade levantada pelos policiais, observou que, no banheiro do piso térreo, embaixo da escada, o vão havia sido fechado, com um acabamento mal feito. Diante disso, golpeou uma vez, e sentiu um forte odor. O dono acionou os policiais civis, que se dirigiram ao local e derrubaram parte da parede, constatando que o corpo estava dentro.

 

A vítima estava nua, com uma camiseta preta enrolada ao pescoço. Depois disso, policiais se dirigiram à residência do pedreiro e o prenderam em flagrante pelo crime de ocultação de cadáver. Nesse momento, conforme as autoridades, ele confessou ter matado a vítima estrangulada com uma camiseta, depois de ter mantido relações sexuais com ela.

 

O homem ainda informou a participação de um segundo suspeito, de 35 anos, que também foi preso. Os dois foram ouvidos na delegacia e permanecem à disposição da Justiça.


COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.