Briga familiar termina com policial militar baleado e homem morto

Homem que foi atingido chegou em casa alterado e começou a quebrar as coisas e ameaçar a própria mãe

Por Redação Oeste Mais

23/09/2021 10h44 - Atualizado em 23/09/2021 10h44



Uma briga familiar resultou na morte de um homem e um policial militar ferido na noite desta quarta-feira, dia 22, em Imbituba. O homem chegou em casa alterado e começou a quebrar as coisas e ameaçar a própria mãe na localidade de Penha, na cidade do Sul catarinense.

 

A Polícia Militar foi acionada para atender a ocorrência na Estrada Geral da Peinha, às margens da BR-101. Ao chegarem no local, os policias se depararam com o homem completamente alterado. Ele seria usuário de drogas.

 

Durante a abordagem, ele conseguiu pegar a arma do policial e desferiu oito tiros. Destes, três tiros atingiram o policial Richard Ribeiro. Um pegou no colete e os outros dois acertaram o abdômen e o braço do policial.

 

O outro soldado que estava na ocorrência então atirou contra o homem que morreu no local.

 

PM passa por procedimento no tórax e está estável

 

De acordo com a PM, o cirurgião do hospital de Imbituba destacou que Richard apresentou lesão pulmonar com consequente acumulo de sangue entre o pulmão e a parede torácica. Ele foi submetido a drenagem de tórax.

 

No exame de imagem teria apresentado lesão no baço. Na madrugada desta quinta-feira, dia 23, ele foi transferido para o Hospital Nossa Senhora da Conceição em Tubarão.  No local ele passou por cirurgia de emergência devido a uma lesão no pâncreas. O estado de saúde dele é estável, mas requer cuidados. 

 

A identidade do homem morto no confronto com a PM não foi informada até o momento. A Polícia Civil, o IGP (Instituto Geral de Perícias), a PRF (Polícia Rodoviária Federal), Samu (Serviço da Atendimento Móvel de Urgência) e o Corpo de Bombeiros também atenderam a ocorrência.




COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.