Ponteserradense perde mais de R$ 500 no golpe do falso empréstimo

Mulher recebeu SMS informando que o empréstimo estava disponível para ela, que é MEI

Por Oeste Mais

16/09/2021 15h02 - Atualizado em 16/09/2021 15h41



Comprovante de pagamento feito no dia 8 de setembro (Foto: Divulgação)

Uma moradora de Ponte Serrada, de 36 anos, perdeu mais de R$ 500 após cair no golpe do falso empréstimo, no início de setembro.

 

A mulher – que prefere não se identificar – contou ao Oeste Mais que recebeu um SMS no celular, informando que havia um empréstimo disponível para ela, que é microempreendedora individual (MEI), a partir de R$ 20 mil.

 

Através das mensagens de texto, o golpista se passou por uma gerente de crédito do Banco Safra, oferecendo empréstimos com taxas de 0,6% ao mês, com seis meses de carência.

 

Conforme a vítima, após aceitar fazer o empréstimo, ela foi chamada via WhatsApp no dia 3 de setembro, pela suposta gerente, que passou a negociar o valor.

 

Com a promessa de que o dinheiro seria liberado em até 24 horas, a moradora foi convencida a realizar um depósito no valor de R$ 522,12, que seria de uma suposta taxa do banco para conseguir fazer a liberação do valor total de R$ 20 mil.

 

Após o envio do comprovante de depósito, há oito dias, a vítima não conseguiu mais contato com os golpistas, sem ter qualquer retorno do valor contratado.

 

A moradora deve registrar um boletim de ocorrência.

 

"O Safra e seus funcionários nunca pedem depósito antecipado para liberar empréstimo. Caso receba uma abordagem de um suposto funcionário sobre oferta rápida de dinheiro com taxas muito baixas, desconfie. Pode ser uma falsa oferta de empréstimo feita por um falso colaborador", informa o Banco Safra.



Documentos enviados à moradora, confirmando o suposto empréstimo (Foto: Divulgação)

COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.