Polícia apura venda de carne de cavalo para consumo humano em SC

Além de cavalo, carne de mula também estaria sendo moída para vender

Por Redação Oeste Mais

16/09/2021 10h17 - Atualizado em 16/09/2021 10h17



Nove mandados de busca e apreensão, além de um mandado de prisão preventiva estão sendo cumpridos na manhã desta quinta-feira, dia 16, pela Operação Hefesto, da Polícia Civil.

 

De acordo com o portal Sul Agora, a maioria das buscas acontece nas dependências do CTG Herança do Velho Pai, em Morro da Fumaça. Um dos crimes apurados é a possível venda de carnes de cavalo e mula que estariam sendo moídas para consumo humano na região de Criciúma, em Santa Catarina.


A operação, segundo a Polícia Civil, visa cumprir diversas medidas cautelares decorrentes de duas investigações iniciadas em maio deste ano e que acabaram se conectando, onde se apuram crimes de tráfico de drogas, associação para o tráfico, receptação, furto de gado, venda de carne de equinos/mula moídos para consumo humano, posse e venda de armas, venda de produto veterinário falsificado e organização criminosa.

 

Em junho deste ano, um abatedouro clandestino suspeito de vender carne de cavalo foi fechado em Lauro Müller. Em fevereiro, o proprietário de um açougue de Tubarão chegou a ser preso preventivamente após a polícia descobrir que o local vendia carne de cavalo misturada com carne bovina.


COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.