Gerente de banco é detido por não cooperar com investigação em Catanduvas

Polícia está apurando autoria de estelionato praticado por meio virtual, onde morador fez transferência de R$ 10 mil para a agência indicada pelo golpista para adquirir criptomoedas

Por Redação Oeste Mais

12/08/2021 08h58 - Atualizado em 12/08/2021 09h08



O gerente de uma agência bancária de Catanduvas foi preso em flagrante pelo crime de desobediência após não colaborar com uma investigação da Polícia Civil no município. A prisão ocorreu na tarde de quarta-feira, dia 11.

 

De acordo com o delegado Gilmar Bonamigo, três pedidos foram encaminhados ao gerente sem que houvesse um retorno.

 

Gilmar informou que a polícia está apurando a autoria de crime de estelionato praticado por meio virtual, onde um morador do Rio de Janeiro fez uma transferência de R$ 10 mil para a agência indicada pelo golpista para adquirir criptomoedas.

 

“A lei faculta ao delegado fazer a requisição dos dados cadastrais do titular da conta (beneficiário do valor) para se chegar à autoria delitiva”, explicou Bonamigo.

 

O gerente prestou esclarecimentos e um Termo Circunstanciado foi instaurado por crime de desobediência. Ele também assumiu o compromisso de comparecer a uma audiência perante o Juizado Especial Criminal.

Com informações do Caco da Rosa


COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.