Mulher usa nome falso para aplicar golpe contra empresa que trabalha com venda de roupas íntimas

Autora, que já possuía registros por estelionato, buscou parceria para revender peças em fevereiro e não realizou o acerto

Por Redação Oeste Mais

16/07/2021 09h32 - Atualizado em 16/07/2021 09h32



A Polícia Militar atendeu uma ocorrência de estelionato durante a tarde desta quinta-feira, dia 15, em Concórdia. 

 

A guarnição foi procurada pela representante de uma empresa que trabalha na fabricação de peças íntimas de Lages, que firma parceria em várias cidades de Santa Catarina. Em Concórdia, uma mulher buscou a parceria para revender as peças ainda em fevereiro.

 

Em abril, o representante da empresa voltou a Concórdia para fazer o acerto, mas não localizou a mulher que residia no Bairro Colibri. Em conversa com vizinhos, foi descoberto que a mulher havia repassado nome falso e também documentos que pertencem a outra pessoa, inclusive a empresa de Lages havia sido notificada judicialmente por cadastro indevido nos órgãos de proteção ao crédito.

 

Os representantes buscaram ajuda da Polícia Militar de Concórdia, que constatou que a mulher em questão já possuía três registros como autora de estelionato.

 

Foram realizados os procedimentos e o caso será encaminhado para a Polícia Civil, que tomará as providências necessárias.

Com informações da Atual FM


COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.