Morador perde R$ 4 mil após cair em golpe pelo WhatsApp

Durante conversa com suposta mulher e recebido fotos íntimas dela, recebeu uma ligação de suposto delegado o acusando de pedofilia

Por Redação Oeste Mais

14/07/2021 10h06



Um morador de Descanso procurou a Polícia Militar na tarde desta terça-feira, dia 13, após ser vítima do golpe do WhatsApp clonado. 

 

Conforme o Portal Peperi, a vítima informou que trocou mensagens com uma mulher pelo aplicativo e ela enviou algumas fotos íntimas, pedindo para que ele fizesse o mesmo, mas ele se recusou.

 

Depois de alguns dias, o homem começou a receber ligações e mensagens pelo WhatsApp, de alguém dizendo ser delegado do Rio Grande do Sul, o qual estava cobrando R$ 4 mil devido a um processo de pedofilia, e ele efetuou o depósito do valor.

 

Na segunda-feira, dia 12, ele recebeu outra ligação do suposto delegado, pedindo mais R$ 8 mil, referente às despesas funerárias na qual alegava que a vítima havia deixado uma carta e depois cometido suicídio.

 

Já na lotérica, o homem tentou depositar o valor, mas não conseguiu, pois a conta não aceitava depósito. Diante do fato, o funcionário orientou o rapaz a procurar a Polícia Militar para registrar o fato.


COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.