Procon de Xanxerê protocola ação contra banco acusado de fazer empréstimos consignados não autorizados

Órgão diz que foram liberados cerca de R$ 500 mil em consignação sem autorização do consumidor

Por Oeste Mais

25/06/2021 09h24



O Procon de Xanxerê protocolou na tarde desta quinta-feira, dia 24, uma ação junto ao Ministério Público de Xanxerê contra o Banco C6 Consignado SA por realizar empréstimos consignados não contratados por aposentados e pensionistas. Mais de 60 vítimas teriam sido lesadas no município.

 

De acordo com o coordenador do Procon de Xanxerê, Ivan Marques, em Xanxerê foram liberados cerca de R$ 500 mil em consignação sem a autorização do consumidor, que encontra muita dificuldade em devolver o dinheiro não solicitado.

 

“O consumidor é surpreendido com o desconto em folha sem saber do que se trata e quando vai ao banco é informado que tem um crédito à disposição, e quando quer devolver o banco, não consegue e ele precisa buscar o Procon para poder fazer isso”.

 

O promotor da 2ª Promotoria de Justiça, Marcos Brandalise, ressalta que será instaurado um inquérito civil e ajuizada uma ação civil pública objetivando uma ordem judicial para que o banco se abstenha de fazer depósito sem qualquer requerimento, sem pactuação ou contrato na conta dos aposentados ou pensionistas, como tem sido feito de maneira recorrente pelo banco.

 

“Além disso, será pedido um dano moral coletivo e a nulidade desses contratos que não existiram. Esta é uma conduta bastante grave e triste pela dimensão e magnitude que representa, pela condição dos consumidores lesados, idosos, simples, de baixa escolaridade e por isso acabam sendo explorados e que muitas vezes nem reportam ao Procon”, enfatizou o promotor.

 

O Coordenador do Procon orienta que quando o cliente for fazer o saque do seu benefício, que faça a impressão do extrato mensal da conta para verificar se está tudo correto, se não há débito ou crédito indevido. Em caso de dúvidas, procure o gerente do banco, e na dúvida, busque o Procon para fazer valer o seu direito.

 

Quase 2,5 mil reclamações em SC

 

Segundo o Procon de Santa Catarina, 2.452 pessoas reclamaram do Banco C6 Consignado S/A por cobrança indevida de empréstimos consignados não solicitados, na maioria aposentados e pensionistas.

 

Relação de Procons municipais com reclamações contra o banco:

 

Procon Estadual SC 79

Florianópolis 4

Balneário Camboriú 41

Barra Velha 33

Braço do Norte 13

Caçador 52

Correia Pinto 6

Guaramirim 20

Içara 111

Itajaí 41

Itapema 14

Jaraguá do Sul 77

Joaçaba 9

Joinville 240

Palhoça 28

Penha 6

Porto Belo 3

São José 22

São Miguel do Oeste 14

Schroeder 10

Tijucas 5

Timbó 23

Tubarão 174

Videira 16

Ararangua 6

Armazém 3

Balneário Barra do Sul 3

Biguaçu 17

Bombinhas 4

Brusque 76

Capinzal 18

Curitibanos 33

Fraiburgo 21

Gaspar 35

Gravatal 1

Ituporanga 24

Lages 66

Laguna 18

Massaranduba 31

Navegantes 1

Orleans 3

Pomerode 25

São Bento do sul 45

São Francisco do sul 32

Seara 16

Xanxerê 64

Cocal do Sul 23

Imbituba 39

Rio Negrinho 38

Ilhota 8

Rio das Antas 3

Luzerna 1

Campos Novos 12

Água Doce 1

Forquilhinha 6

Jaguaruna 2

Luiz Alves 1

Morro da Fumaça 22

Capivari de Baixo 28

Sombrio 10

Campo Ere 7

Indaial 7

Otacílio Costa 1

Ipumirim 1

Xaxim 35

Concórdia 45

Mafra 51

Canoinhas 56

Camboriú 9

Tangará 3

Pinhalzinho 5

Piçarras 6

Criciuma 418

Rio do Sul 41

Dionisio Cerqueira 6

Salto Veloso 3

São Lourenço do Oeste 11

São José do Cedro 10

TOTAL 2492

 

Em reportagem publicada pela revista Veja, o banco comentou, por meio de sua assessoria de comunicação, que tem 10% do mercado de consignado no Brasil, que as vendas são feitas por meio de correspondentes bancários e que, quando detectam problemas, tiram o cadastramento para o correspondente operar.


COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.