VÍDEO: Mulher é executada a tiros em portão de condomínio no PR

Corpo de Ana Paula Campestrini, de 39 anos, será enterrado em município de Santa Catarina

Por Redação Oeste Mais

23/06/2021 10h18 - Atualizado em 23/06/2021 10h24



Ana Paula Campestrini tinha 39 anos e era mãe de três filhos (Foto: Arquivo Pessoal)

Ana Paula Campestrini, de 39 anos, foi brutalmente assassinada na manhã de terça-feira, dia 22, na entrada do condomínio onde morava, no Bairro Santa Cândida, em Curitiba, capital do Paraná. O corpo da mulher será enterrado em Santa Catarina, no município de Lontras, no Vale do Itajaí.

 

Imagens de câmeras de videomonitoramento registraram o momento em que Ana chegava ao condomínio e um homem em uma motocicleta se aproxima do veículo dela. Ele realiza ao menos 14 disparos contra a vítima, que morre na hora. Depois, dá a volta pelo carro e foge.

 

A delegada Tathiana Guzella, que investiga o caso, disse que vários depoimentos já foram tomados. "Testemunhas confirmaram não ter havido diálogo entre o atirador e a vítima. Há extrema crueldade no ato, foram recolhidos no local 14 estojos de arma calibre 9 milímetros. Dá a impressão, pelas imagens, que era uma pessoa que tinha experiência com os disparos de arma de fogo", declarou.

 

Atenção, as imagens abaixo são fortes para pessoas sensíveis.

Ana Campestrini deixa três filhos, de 9, 11 e 17 anos. Segundo a polícia, ela trabalhava como empregada doméstica. A mulher foi casada por 17 anos e havia se separado há cerca de quatro anos. Ainda conforme a polícia, há dois anos e meio ela assumiu um relacionamento com uma companheira.

 

Uma amiga de Ana informou que ela tentava na justiça a guarda dos filhos, que não via há quatro meses. Ainda segundo a amiga, uma visita de Ana aos filhos estava programada para esta quarta-feira, dia 23.


COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.