Polícia Civil conclui inquérito de morte de criança de um ano e indicia pais em SC

Bebê de um ano e dois meses teria sido morta sufocada por travesseiro pelo próprio pai

Por Oeste Mais

10/06/2021 17h03



A Polícia Civil, por intermédio da Delegacia de Polícia em Siderópolis, concluiu nesta quinta-feira, dia 10, o inquérito policial que apurou as circunstâncias do feminicídio de uma criança de um ano e dois meses.

 

O crime ocorreu na madrugada de segunda-feira, dia 7, no bairro Vila Esperança, em Siderópolis. O pai do bebê, de 24 anos, teria asfixiado a criança enquanto a mãe teria se omitido.

 

O pai foi indiciado por feminicídio, tortura, maus tratos, ameaça, dano ao patrimônio público, desacato e vias de fato. Já a mãe, além de omissão de socorro, vai responder por tortura e maus tratos. A Polícia Civil apurou, ainda, que os pais privavam os outros dois filhos da alimentação.

 

Com relação à mãe, a Polícia Civil deduziu que houve prática de maus tratos, na forma qualificada, pois colocava em perigo as duas crianças na presença de seu marido.

 

O inquérito policial foi concluído após a Polícia Civil ouvir em depoimento 12 testemunhas e analisar os laudos periciais do Instituto Geral de Perícias (IGP). O documento foi enviado ao Fórum da Comarca de Criciúma.


COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.