Idoso é condenado a 20 anos de prisão após hipnotizar e estuprar mulher em SC

Crime ocorreu em outubro de 2020

Por Oeste Mais

09/06/2021 08h32 - Atualizado em 09/06/2021 08h48



Um idoso de 70 anos foi condenado a 20 anos de prisão por hipnotizar, estuprar e roubar uma mulher no centro de Joinville. O crime ocorreu em outubro de 2020, na loja em que a vítima trabalhava. A condenação ocorreu em 27 de maio e foi divulgada nesta terça-feira, dia 8, pelo Ministério Público de Santa Catarina (MPSC).

 

Ele foi preso no mesmo dia do crime, em 22 de outubro de 2020, na ocasião, teria negado o crime e posteriormente mentido ter um caso com a vítima. O homem segue no Presídio Regional de Joinville.

 

Segundo a denúncia apresentada pelo MPSC, o réu entrou na loja em que a mulher de 24 anos trabalhava por volta das 12 horas, onde teria se apresentado como evangelizador e passou a falar sobre questões espirituais, o que despertou a atenção da vítima.

 

Ainda segundo o órgão, ao constatar a fragilidade dela, o homem utilizou-se de técnicas de hipnose ou de outra técnica de indução para cometer os atos criminosos. De acordo com a Promotoria de Justiça, inicialmente ele roubou R$ 220 da vítima e em seguida passou a praticar atos libidinosos com ela.

 

Agindo dessa forma, o homem praticou os crimes de estupro de vulnerável e roubo. Traumatizada, a vítima ainda teve que se afastar do trabalho para tratamento psiquiátrico e psicológico.

 

Essa não é a primeira vez que o réu é condenado. Ele já tem condenações com trânsito em julgado constatadas nos estados de São Paulo e Santa Catarina. 

 

A 1ª Vara Criminal da Comarca de Joinville também condenou o homem à multa equivalente a 20 dias-multa (aproximadamente R$ 730) e ao pagamento das custas processuais.


COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.