Polícia investiga morte de esposa de pastor em SC

Mariane desapareceu na última quinta-feira e foi encontrada no dia seguinte em um rio, morta, e com as mãos amarradas

Por Oeste Mais

12/04/2021 14h37 - Atualizado em 12/04/2021 14h40



Mariane havia sido vista pela última vez ao sair da cafeteria onde trabalhava (Fotos: Divulgação)

A Polícia Civil está tentando desvendar a morte de Mariane Kelly dos Santos, de 35 anos, esposa de um pastor evangélico de Itajaí. Ela desapareceu na última quinta-feira, dia 8, e foi encontrada no início da tarde desta sexta-feira, dia 9, morta, e com as mãos amarradas boiando no rio Itajaí-Açu, cerca de 20 horas depois do desaparecimento.

 

Mariane havia sido vista pela última vez ao sair da cafeteria onde trabalhava ao terminar o expediente. Ela entrou em um carro cinza.

 

Para a polícia, o marido Joedison dos Santos, de 40 anos, o pastor Jota, afirmou que ela pegou um Uber depois do trabalho e sumiu. Mas a Polícia Militar conseguiu identificar o veículo, que pertence a uma vizinha do casal, que não foi localizada até o momento.

 

O corpo de Mariane foi localizado por um pescador no bairro Volta Grande, em Navegantes, por volta das 14 horas de sexta-feira. A Divisão de Investigação Criminal (DIC) de Itajaí investiga o caso. Joedison e Mariane eram casados há 20 anos.



Com informações do O Município


COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.