Morte de macacos no interior de São José do Cedro deixa saúde em alerta

Animais foram retirados do local para análise e investigação

Por Oeste Mais

12/04/2021 14h07 - Atualizado em 12/04/2021 14h07



Atentos à vigilância após terem sido encontrados dois macacos mortos na Linha Santa Terezinha, no interior de São José do Cedro, a Vigilância de Endemias realizou neste domingo, dia 11, uma ação conjunta com a Gerência de Saúde de Santa Catarina para retirada das vísceras dos animais para análise e investigação.

 

O agente de endemias, Valmir Ziglioli, explicou que os macacos, possivelmente mãe e filhote, foram encontrados por populares que publicaram nas redes sociais. O setor foi informado e imediatamente deslocado ao local. Ele alerta que a morte de macacos pode indicar circulação do vírus que causa febre amarela ou raiva.

 

O profissional afirma que foram feitos os procedimentos para que os materiais sejam analisados em exames. Ele explica que existe a possibilidade que os macacos tenham sido atropelados. A causa será investigada para que novas medidas sejam tomadas.

 

O objetivo é orientar os moradores para que mantenham suas vacinas em dias, principalmente da febre amarela. 

Animais foram encontrados neste domingo, dia 11 (Foto: Divulgação)

COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.