Incêndio que matou jovem de 22 anos foi criminoso, diz Polícia Civil

Incêndio ocorreu no início da manhã de domingo, dia 28

Por Oeste Mais

31/03/2021 11h04 - Atualizado em 31/03/2021 11h13



Vítima foi identificada como Mauriceia Estraich (Foto: Aléssio Jr/Rádio Progresso AM)

A Polícia Civil de Descanso realizou na manhã desta quarta-feira, dia 31, uma coletiva de imprensa com o objetivo de esclarecer os fatos sobre o incêndio que vitimou Mauriceia Estraich, de 22 anos, no último domingo, dia 28. Segundo informações do delegado Cleverson Muller, responsável pelo caso, indícios apontam para homicídio.

 

Ainda conforme o delegado, a Polícia Civil, desde o início da manhã de domingo, após o incêndio, iniciou as investigações, buscando por testemunhas no local, onde durante os depoimentos foram encontradas divergências na fala de uma pessoa próxima a Mauriceia.

 

Diante dos fatos e evidências, foi solicitada a prisão preventiva do suspeito, ainda na noite de domingo. O homem, que não teve a identidade revelada, segue detido. Detalhes sobre a proximidade do suspeito com a vítima também não foram informados.

 

Muller ainda destacou que o suspeito não seria o companheiro da vítima e salientou que os exames preliminares mostraram que o incêndio foi criminoso.

 

Novas informações sobre o caso serão divulgadas nos próximos dias pela Polícia Civil.


COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.