Mulher ocupante da moto que foi arrastada por caminhão na BR-101 morre no hospital

Além da mulher, o condutor da moto ficou pendurado na cabine do veículo até que o motorista parasse

Por Oeste Mais

08/03/2021 08h28 - Atualizado em 08/03/2021 08h28



Ela sofreu diversas perfurações e lesões, além de ter ossos quebrados por todo o corpo (Foto: Divulgação)

Morreu no início da noite deste domingo, dia 7, Sandra Pereira, vítima do acidente entre um moto e um caminhão, que ocorreu na BR-101, em Penha.

 

No acidente, o caminhão arrastou a motocicleta por cerca de 30 quilômetros. O motorista ficou pendurado na cabine do veículo grande até que o motorista parasse.

 

Sandra estava internada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Marieta Konder Bornhausen, em Itajaí, e passou por uma cirurgia de urgência na manhã deste domingo.

 

A equipe médica teve dificuldade para conter a pressão. No acidente, ela sofreu diversas perfurações e lesões, além de ter ossos quebrados por todo o corpo.

 

Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o caminhoneiro fugiu logo após atingir a moto. Ele seguiu até o km 139 da rodovia, na região de Itajaí, sem parar para socorrer as vítimas do acidente.

 

Um outro caminhoneiro precisou auxiliar os agentes, fazendo com que o homem reduzisse a velocidade, momento que o caminhão teve a mangueira de ar dos freios puxadas e o motorista foi obrigado a parar o veículo.

 

No local, populares iniciaram uma briga com o homem, que chegou a ser agredido. A Polícia Militar precisou intervir na ocorrência e o caminhoneiro foi preso.

 

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) entrou uma porção de sete gramas de cocaína no caminhão. O envolvido deve ser indiciado por tentativa de homicídio. No ato da prisão, o teste de etilômetro acusou que o homem não estava embriagado.



Com informações do O Município


COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.