Megaoperação envolve cerca de 400 policiais e cumpre 284 mandados

Prisões são contra uma facção criminosa que tinha como objetivo principal a atuação na região de fronteira

Por Oeste Mais

25/02/2021 08h53 - Atualizado em 25/02/2021 08h59



Salas de situação foram criadas dentro da sede do MPSC em Florianópolis e São Miguel do Oeste (Foto: Gaeco)

Um megaoperação cumpre nesta quinta-feira, dia 25, 284 mandados (142 de prisões e 142 de busca e apreensão) em vários município da região. A ação é coordenada pelo Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas (Gaeco).

 

A operação é contra uma facção criminosa que tinha como objetivo principal a atuação na região de fronteira, entre as cidades de São Miguel do Oeste, Chapecó e Dionísio Cerqueira. Também atuavam na região de Joinville, em razão da proximidade dos Portos de Santa Catarina e Paraná.

 

O nome da facção criminosa não foi divulgado. Além de Santa Catarina, os agentes cumprem mandados em São Paulo, Paraná, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais e Rio Grande do Sul. As cidades onde há operação não foram repassadas pelo Gaeco.

 

Cerca de 400 policiais civis, militares e rodoviários federais, além de servidores do Instituto Geral de Perícias (IGP) e Agentes do Departamento de Administração Prisional (Deap) participam da ação, que foi batizada de "Maserati".

 

Foram criadas salas de situação dentro da sede do MPSC, em Florianópolis e em São Miguel do Oeste, para integrar as ações e monitorar as prisões. O MPSC informou que o balanço dos trabalhos será divulgado no período da tarde.


COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.