Motorista de veículo que atropelou e matou idosa na BR-282 se apresenta na delegacia

Homem de 38 anos não tem CNH e disse à Polícia Civil não ter percebido que havia atingido uma pessoa

Por Oeste Mais

12/02/2021 14h30 - Atualizado em 12/02/2021 15h03



Marilene Santos, de 62 anos, morreu no local (Foto: Redes Sociais)

O motorista que dirigia o veículo responsável por atropelar e provocar a morte de uma idosa, na BR-282 em Ponte Serrada, se apresentou nesta semana na Delegacia de Polícia Civil do município. O homem tem 38 anos e é morador de Ponte Serrada. Ele se apresentou com a presença de um advogado, informou a Polícia Civil ao Oeste Mais.

 

O acidente ocorreu na noite do dia 1º de fevereiro deste ano, no perímetro urbano do município. Uma câmera de videomonitoramento registrou o momento do atropelamento. Com a força do impacto, Marilene Santos, de 62 anos, foi lançada para as margens da pista. Ela morreu ainda no local. O motorista não parou após o acidente.

 

O automóvel envolvido no atropelamento é um Chevrolet Prisma, de cor preta e placas de Ponte Serrada. O carro passou por uma perícia e foi liberado. Em depoimento à Polícia Civil, o condutor disse que no momento não viu que havia atingido uma pessoa. Ainda conforme as autoridades, o homem não tem Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

 

“Sobre a investigação, foi feito o essencial, que era identificar o condutor, e agora começar a ouvir possíveis testemunhas”, disse ao Oeste Mais um dos agentes da Polícia Civil de Ponte Serrada, responsável pela condução do caso.

 

Também segundo apurou a reportagem, a Polícia Civil ainda aguarda o boletim de acidente elaborado pela Polícia Rodoviária Federal (PRF). Assim que o documento for entregue, as autoridades deverão iniciar as oitivas de testemunhas.


COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.