Joaçabense é suspeito de dar sumiço em mais de 50 cães doados

Defensora da causa animal fez uma live em rede social para denunciar o caso

Por Oeste Mais

12/02/2021 10h57 - Atualizado em 12/02/2021 17h48



Uma defensora da causa animal, ligada a uma entidade de proteção de animais em Videira, que faz parte do Movimento Catarinense dos Direitos dos Animais, fez esta semana uma live no Facebook levantando algumas suspeitas envolvendo um morador de Joaçaba.

 

Na transmissão ao vivo, ela citou que o homem ao longo dos últimos anos, teria recebido em doação mais de 50 cães. Esses animais estavam para ser doados em vários municípios da região, como Videira, Curitibanos e Chapecó.

 

Segundo Karine Kiatkoski, a preferência dele seria por cães machos e brancos, mas ele também chegou animais com outras características. “Foram contabilizados mais de 50 animais doados para este senhor, ele adota animais de toda Santa Catarina”, disse ela.

 

Karine Kiatkoski cobrou providências das autoridades para investigar o caso que considera grave, principalmente para descobrir o destino destes animais. “Ele vai ter que dizer onde estão os mais de 50 filhotes adotados”.

 

O caso está sendo investigado pela Polícia Civil de Joaçaba. Na última quarta-feira, dia 10, foram realizadas algumas diligências e o homem, citado pela protetora, foi ouvido pelo delegado André Marins, que prefere não falar sobre a investigação ainda.

 

O que diz a defesa do acusado

 

O advogado Bernardo Pelicióli Girardi, contratado pelo suspeito, confirmou que realmente o cliente recolhia os cães, mas com objetivo de repassar a outras pessoas.

 

O advogado citou também que não existe no momento nenhum procedimento formal junto a Polícia Civil, Ministério Público ou esfera judicial contra seu cliente, apenas as alegações feitas nas redes sociais.

Com informações da Rádio Catarinense


COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.