Grupo assalta cooperativa de crédito e coloca fogo em carro durante fuga no Oeste

Além do dinheiro, os assaltantes levaram também a arma e o colete balístico do vigilantes da agência

Por Oeste Mais

05/02/2021 14h13



Bombeiros combatem chamas em carro incendiado em Santa Cecília (Foto: Corpo de Bombeiros)

Uma cooperativa de crédito foi alvo de assaltantes na manhã desta sexta-feira, dia 5, no centro de Santa Cecília, no Oeste. Os criminosos fugiram em um veículo de passeio, mas acabaram incendiando o carro para despistar a polícia. 

 

A cooperativa de crédito afirmou que não tinha informações sobre o crime e preferiu não se manifestar. Nenhum dos bandidos foi preso até o momento, segundo a Polícia Civil.

 

A Polícia Militar informou que os criminosos entraram armados na agência, anunciaram o assalto e exigiram o dinheiro dos caixas.

 

"Não há informações se eles levaram muito ou pouco. Fugiram em um HB20 de cor escura. Esse veículo foi encontrado em chamas numa área de reflorestamento próxima da BR-116", afirmou o delegado de Santa Cecília, Cassiano Tiburski.



 

Após o incêndio no carro, os criminosos fugiram em um Logan de cor prata. Além do dinheiro, os assaltantes levaram também a arma e o colete balístico do vigilantes da agência.

 

A polícia não tem suspeitos. A perícia se dirigia à agência no início da tarde desta sexta. O veículo incendiado também será periciado. A Polícia Civil vai abrir um inquérito para investigar o crime.

 

Sobre as buscas, a Polícia Militar informou que procura pelos criminosos em uma área de mata. O helicóptero da corporação também foi empenhado nesta tarefa.

 

O Corpo de Bombeiros foi chamado para apagar o incêndio no carro. A corporação informou que o veículo tinha placas de Londrina (PR), e estava no km 137 da BR-116 na propriedade de uma empresa em Santa Cecília. Foram usados aproximadamente 500 litros de água para controlar as chamas.

Com informações do G1


COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.