Polícia Civil segue ouvindo envolvidos em ato obsceno e tiro no interior de Passos Maia

Delegado estima que inquérito esteja concluído até o final do mês de janeiro

Por Oeste Mais

11/01/2021 14h03 - Atualizado em 11/01/2021 14h03



A Polícia Civil segue ouvindo pessoas envolvidas no ato obsceno e disparo de arma de fogo registrados no final de 2020 no interior de Passos Maia. As cenas compartilhadas nas redes sociais mostram um homem atirando em uma lata na cabeça de uma pessoa e depois andando nu, como se fosse um animal.

 

O caso chegou ao conhecimento da polícia no final de dezembro de 2020. Um inquérito policial foi instaurado para apurar o episódio. O delegado Vinícius Benedet Brandão disse ao Oeste Mais que os envolvidos estão sendo chamados para prestar depoimento na delegacia.

 

Questionado sobre o prazo para a conclusão das investigações, ele relatou que depende da localização e comparecimento dos envolvidos na delegacia para a tomada dos depoimentos. “Acredito que até o final do mês”, resumiu.

 

Um dos vídeos mostra um homem fazendo mira em uma lata na cabeça de outra pessoa. Ele atira e perfura o objeto. Outras pessoas próximas assistem à cena. Outro vídeo mostra um homem totalmente nu imitando um animal. Ele anda de joelhos e com as mãos no solo, subindo em uma árvore.


COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.