Polícia localiza pedras preciosas com valor considerado bilionário em Chapecó

Informações apontavam que poderia ter algum envolvimento com o recente roubo ocorrido em Criciúma

Por Oeste Mais

10/12/2020 13h40 - Atualizado em 10/12/2020 13h40



A segurança de um valor bilionário em pedras preciosas precisou ser reforçada, nas últimas horas desta quinta-feira, dia 10, em Chapecó. A ação fez parte de uma investigação da Polícia Federal.

 

As informações iniciais, repassadas pelo ND Mais, indicavam para uma grande quantidade de dinheiro em uma empresa de valores, no acesso ao município, podendo inclusive ter algum envolvimento com o recente roubo ocorrido em Criciúma, mas que foi descartado. 

 

Agentes da Polícia Federal e da Polícia Militar estiveram no endereço, ainda na quarta-feira, dia 9, e a possibilidade de envolvimento no crime foi descartada. Pois a quantidade do valor depositado na empresa se refere a pedras preciosas e não em dinheiro, conforme o que foi roubado no Sul do Estado.

 

Os materiais foram apreendidos e levados para a Delegacia da Polícia Federal em Chapecó, onde ainda são totalizados. As pedras foram periciadas durante a manhã de hoje e o valor oficial não foi revelado.

 

Para o transporte das pedras, foi necessário acionar equipes da Polícia Militar e do helicóptero do Saer-Fron, que fizeram a segurança do trajeto, ainda na quarta-feira. 




COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.