Festa com mais de 40 pessoas é interrompida pela PM, que apreende armas após tiros

Três pessoas foram detidas durante aglomeração flagrada no município de Chapecó

Por Oeste Mais

02/08/2020 17h16 - Atualizado em 02/08/2020 17h24



Festa tinha mais de 40 pessoas (Foto: Polícia Militar)

Uma festa com mais de 40 pessoas foi interrompida pela Polícia Militar na madrugada deste domingo, dia 2, em Chapecó. A ocorrência foi registrada por volta da 1 hora da manhã, na Linha Bom Retiro, no distrito de Marechal Bormann. Três pessoas foram presas e armas foram apreendidas no local.

 

Conforme a PM, ligações anônimas denunciaram a festa às autoridades. Além da aglomeração e perturbação, a polícia foi informada que no local havia pessoas portando armas de fogo, inclusive com disparos realizados durante o evento clandestino.

 

Com a chegada da PM, dois envolvidos se desfizeram de suas armas, jogando-as dentro de uma churrasqueira. Os homens de 19 e 26 anos tinham um revólver de calibre 32, sem numeração e com quatro munições, e outro revólver de calibre 32, com numeração aparente e municiado com seis balas. Ambas as armas não tinha documentação.

Armas foram apreendidas (Foto: Polícia Militar)

Os policiais também realizaram a consulta dos nomes de todos os presentes no local, constatando que o homem de 26 anos também possuía um mandado de prisão por receptação e posse irregular de arma de fogo. Ainda na consulta, uma adolescente de 16 anos foi flagrada com mandado de apreensão ativo.

 

Os dois jovens e a menor de idade foram detidos e levados junto com as armas para a Central de Plantão Policial (CPP) de Chapecó. O homem de 19 anos também foi responsabilizado por ser o organizador da festa.

 

Conforme a PM, a adolescente tem passagens por posse e tráfico de drogas, o homem de 19 anos já foi autuado por posse e tráfico de drogas, além de receptação e furto, e o homem de 26 anos tem passagens por receptação, furto e posse irregular de arma.


COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.