Golpistas usam nome do Hospital Regional São Paulo para contatar pacientes

Família de paciente acionou a polícia depois que uma pessoa ligou pedindo R$190 para a aquisição de um respirador

Por Oeste Mais

10/07/2020 15h41


O Hospital Regional São Paulo (HRSP), de Xanxerê, recebeu nesta sexta-feira, dia 10, a informação de que golpistas teriam agido no município de São Miguel do Oeste na tentativa de aplicar golpe com pacientes da instituição.

 

Conforme informações repassadas pela Polícia Militar ao hospital, familiares de um paciente cardíaco alertaram para o caso, após uma pessoa entrar em contato com a família se identificando como administrador do HRSP e pedindo o valor de R$190 para a aquisição de um respirador.

 

O golpista deu a entender que detinha informações sobre o paciente e sabia de um retorno para consulta, que estava agendado na instituição. Diante do fato, o Hospital Regional São Paulo esclarece que só existem duas maneiras de colaborar com a instituição por meio de campanhas oficiais.

 

A primeira delas é uma campanha de doações por meio da fatura de energia elétrica (seja da Celesc ou da Iguaçu Energia). O contato é feito por meio de um call center, que aciona o titular da fatura de energia elétrica pedindo a doação. Mediante a aprovação do titular, o valor autorizado por ele é descontado na fatura da luz e repassado ao hospital.

 

A segunda maneira é a doação de dinheiro diretamente na conta do HRSP, sem qualquer ação de terceiros. A pessoa, por sua própria vontade, deposita ou transfere valores, de forma identificada, para a seguinte conta:

 

Banco - Caixa Econômica Federal

Agência - 0701

Conta corrente - 1948-3

Operação - 003

Favorecido - Associação Educacional e Caritativa

CNPJ - 89.428.734/0022-04

 

Na dúvida, a população pode entrar em contato com o hospital pelo telefone (49) 3441-7777.

COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.