Desacerto no pagamento de programa teria motivado homicídio em motel, diz polícia

Travesti de 19 anos foi preso por matar homem de 41 na manhã de segunda-feira em Erechim

Por Oeste Mais

30/06/2020 08h20 - Atualizado em 30/06/2020 08h20


Travesti foi preso logo após o crime (Foto: Jornal Bom Dia)

O travesti preso por homicídio na manhã de segunda-feira, dia 29, em um motel no município de Erechim, disse para a polícia que o crime teria sido motivado por desacerto na hora do pagamento do programa que estaria fazendo com a vítima.

 

A informação foi repassada pelo delegado titular da Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento, Germano Lima, que ouviu o depoimento do suspeito e realizou a lavratura da prisão em flagrante.

 

O assassinato ocorreu entre o final da madrugada e início da manhã de segunda-feira, no quarto de um quarto localizado nas margens da BR-480. O acusado, de 19 anos, foi preso ainda no local. A vítima, de 41 anos, foi encontrada já sem vida.

 

O local foi isolado para que profissionais do Instituto Geral de Perícias (IGP) realizassem os levantamentos e o corpo do homem foi encaminhado para exames de necropsia.

 

Ainda segundo informações, a vítima, que não teve o nome divulgado, seria natural de Padre Paraíso (MG) e estaria morando no município de Mato Castelhano (RS), a 100 quilômetros de Erechim.

COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.