Golpista negocia carro de Maravilha, simula depósito e vende veículo a morador de Iporã do Oeste

Autor ficou com R$ 33 mil, o morador de Iporã do Oeste ficou com o carro, e o proprietário acabou perdendo o automóvel

Por Oeste Mais

02/06/2020 16h13



A Polícia Militar registrou um golpe de venda de carro na manhã desta terça-feira, dia 2. Conforme a guarnição, um homem morador de Maravilha anunciou a venda de um automóvel EcoSport, no valor de R$ 42.500 em um famoso site de vendas.

 

Uma pessoa, que se identificou como sendo de Concórdia, manifestou interesse em adquirir o veículo e simulou a transferência do valor na conta da vítima, possivelmente falsificando o comprovante de depósito do valor.

 

Esta pessoa que recebeu do proprietário o documento de transferência preenchido, fez um novo anúncio no site de compra e venda, oferecendo o mesmo carro por um valor mais baixo.

 

Uma pessoa de Iporã do Oeste encontrou o anúncio do automóvel pelo valor de R$ 33 mil, e passou a conversar com o suposto vendedor, que lhe repassou o documento de transferência.

 

Após negociação, o homem de Iporã efetuou o depósito dos R$ 33 mil em uma conta indicada pelo suposto vendedor e foi buscar o veículo em Maravilha, com o vendedor original e proprietário do veículo.


Porém, ao conferir a conta, o vendedor e antigo proprietário do veículo percebeu que não havia recebido os R$ 42.500 da transferência. Já o depósito de R$ 33 mil efetuado pelo comprador final, foi em uma conta no estado de Goiás, indicada pelo suposto vendedor.

 

Em resumo, o golpista ficou com os R$ 33 mil, a pessoa de Iporã do Oeste ficou com o carro, e o proprietário acabou perdendo o automóvel já que a transferência do valor solicitado não ocorreu.

 

Em situações como esta, a Polícia Militar orienta que a pessoa nunca conclua a venda de bens sem se certificar da efetivação da transação, comprovante de TED ou comprovante de entrega de envelope não garantem a efetivação. 

 

O caso será investigado pela Polícia Civil.

Com informações do Portal Peperi


COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.