Luciano Hang é alvo de operação da Polícia Federal em inquérito contra fake news

Outros alvos são o ex-deputado Roberto Jefferson, o deputado estadual Douglas Garcia, a ativista Sara Winter e o blogueiro Allan dos Santos

Por Oeste Mais

27/05/2020 09h24 - Atualizado em 27/05/2020 12h37



O empresário Luciano Hang, dono da rede de lojas Havan, é um dos alvos da operação da Polícia Federal deflagrada na manhã desta quarta-feira, dia 27.

 

Ele é investigado no âmbito do inquérito que investiga fake news e ataques contra o Supremo Tribunal Federal (STF).

 

"Eu não fiz nada de errado, eu não atentei contra os ministros nem contra a alta Corte e isso vai ser provado quando abrir o meu celular", disse Luciano durante uma live transmitida do Centro Administrativo Havan.

Empresário Luciano Hang (Foto: Luis Macedo/Câmara dos Deputados)

Equipes policiais foram em endereços ligados ao empresário para cumprir mandados de busca e apreensão expedidos pelo ministro Alexandre de Moraes.

 

Estão sendo apreendidos computadores, celulares e mídias eletrônicas que possam comprovar os crimes.

 

Outros alvos da operação são o ex-deputado Roberto Jefferson, o deputado estadual Douglas Garcia, a ativista Sara Winter e o blogueiro Allan dos Santos.

 

De acordo com a PF, estão sendo cumpridos 29 mandados no Distrito Federal, Rio de Janeiro, São Paulo, Mato Grosso, Paraná e Santa Catarina.

Com informações do Correio Braziliense


COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.