Polícia Militar catarinense reforça monitoramento de redes sociais para evitar festas e aglomerações

No último final de semana, 58 festas foram interrompidas em todo o estado

Por Oeste Mais

22/05/2020 14h46 - Atualizado em 22/05/2020 14h46


O comandante-geral da Polícia Militar de Santa Catarina, Dionei Tonet, afirmou nesta sexta-feira, dia 22, que o setor de inteligência reforçou as ações para fiscalizar possíveis organizações de festas e eventos pelas redes sociais, que descumprem as medidas de isolamento social adotadas pelo Governo de Santa Catarina contra o novo coronavírus.

 

"Nós já colocamos, desde ontem [quinta-feira, dia 21], os serviços monitorando as mídias sociais, os grupos, que acabam gerando esse tipo de conversa sobre combinados que pretendem fazer", disse durante entrevista ao Bom dia Santa Catarina.

 

Durante o programa matinal, Tonet contou que proprietários de imóveis que contrariam as medidas determinadas na quarentena estão sendo notificados. No fim de semana anterior, 58 festas foram interrompidas no estado.

 

O comandante-geral da PM informou ainda que atualmente há oito policiais militares de Santa Catarina diagnosticados com coronavírus, que estão afastados de suas funções.

Com informações do G1

COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.