Homem preso por atear fogo na casa e matar enteada de um ano é encontrado morto na prisão

Ele foi colocado em isolamento, sozinho numa cela, conforme orientações para prevenção e controle do Covid-19 nas unidades prisionais

Por Oeste Mais

09/04/2020 16h17 - Atualizado em 17/04/2020 14h39



O homem acusado de matar a enteada de um ano e três meses carbonizada, foi encontrado morto na prisão. Celino Brito da Silva, de 36 anos, havia dado entrada na Unidade Prisional Avançada de Videira nesta quarta-feira, dia 8.

 

O homem foi colocado em isolamento, sozinho numa cela, conforme orientações para prevenção e controle do Covid-19 nas unidades prisionais. Ele recebeu alimentação de manhã e, por volta das 10 horas, os agentes encontraram corpo do interno já sem sinais vitais. 

 

A unidade acionou o Samu, Polícia Civil e Instituto Geral de Perícias. Todas as medidas legais e periciais já foram tomadas a fim de esclarecer o fato e apurar responsabilidades.

 

Celino foi preso na manhã de segunda-feira, dia 6, em Santa Cecília, após cerca de 20 horas foragido da Polícia. A acusação que ele responderia é de homicídio qualificado por emprego de fogo.

Homem colocou fogo na casa com a enteada dentro (Foto: Corpo de Bombeiros)

Com informações da Atual FM


COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.