PM morre no hospital após ser baleado na cabeça durante troca de tiros em Criciúma

Cabo João Batista Figueira Ribeiro, de 42 anos, faleceu na madrugada desta quarta-feira

Por Oeste Mais

01/04/2020 09h50 - Atualizado em 17/04/2020 14h39



Cabo Ribeiro morreu na madrugada desta quarta-feira, no hospital São José, em Criciúma (Foto: Polícia Militar/Divulgação)

Um policial militar morreu na madrugada desta quarta-feira, dia 1º, após ser baleado durante uma troca de tiros em Criciúma, no Sul catarinense. O cabo João Batista Figueira Ribeiro, de 42 anos, estava internado desde a tarde de terça-feira, dia 31, quando foi atingido por um tiro na cabeça durante o cumprimento de um mandado de prisão. Outro policial também foi baleado. Ninguém foi preso.

 

De acordo com a Polícia Militar, Ribeiro e outros dois policiais faziam ronda quando, por volta das 15h30, receberam a denúncia de que um homem de 29 anos, procurado pela Justiça, estaria em uma casa no Bairro Renascer.

 

Ele e outro cabo de 27 anos foram atingidos pelo suspeito ao entrar na casa, segundo a PM. O terceiro policial envolvido na ação ficou fora do imóvel e não foi atingido. O autor dos disparos fugiu do local. Até o início da manhã desta quarta-feira, ele não havia sido preso.

 

Ribeiro foi atingido com um tiro na cabeça, encaminhado em estado grave ao Hospital São José e morreu às 2h55. Outro policial, de 27 anos, foi baleado na coluna e também encaminhado ao hospital. Conforme a PM, ele estava consciente, respirando sem ajuda de aparelhos e aguardava exames.

Com informações do G1


COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.