Criança de 11 anos é estuprada no Sul catarinense

Menina estava indo para a escola quando foi abordada por um homem de 32 anos

Por Oeste Mais

12/03/2020 14h05 - Atualizado em 17/04/2020 14h39



Uma criança de 11 anos foi vítima de estupro em Criciúma, no Sul catarinense, na manhã quarta-feira, dia 11. De acordo com a Polícia Civil, o crime ocorreu quando a menina estava a caminho da escola. Um homem de 32 anos foi preso em flagrante.

 

Imagens de uma câmera de segurança registraram o momento em que a vítima caminhava na calçada, e o suspeito próximo a ela. O abuso sexual foi confirmado pelo exame de corpo delito feito pelo Instituto Médico Legal (IML), segundo a polícia.

 

De acordo com o delegado Fernando Guzzi, da Delegacia de Proteção à Criança, Adolescente, Mulher e Idoso (DPCAMI), a vítima foi ameaçada com uma arma de fogo falsa e levada até uma área de mata.

 

Conforme Guzzi, o suspeito confessou o crime durante o depoimento. "Ele me falou que voltava pra casa, da noite, falou que estava bastante alcoolizado e havia feito o uso de droga. Neste momento, por acaso, ele cruzou com a vítima. Segundo ele, não foi um crime premeditado. Ele estaria se dirigindo a casa de seu pai quando o crime aconteceu", afirmou.

 

Um simulacro de arma de fogo foi apreendido na casa onde o suspeito foi localizado, segundo o delegado. O objeto será submetido à perícia.

 

"Tudo isso aliado ao depoimento da vítima, das testemunhas e a confissão dele em interrogatório com certeza foram um quadro bastante favorável para seu indiciamento", disse.

 

O delegado solicitou a prisão preventiva do suspeito, que foi levado ao Presídio Regional de Criciúma. Ele deve ser indiciado pelo crime de estupro de vulnerável, crime hediondo com pena que pode chegar a 15 anos de reclusão. A criança receberá acompanhamento psicológico.

Com informações do G1


COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.