Assalto a banco em Apiúna foi arquitetado dentro da penitenciária de Chapecó

Polícia Civil deflagrou na manhã desta quarta-feira (29) a Operação Saque Recusado

Por Oeste Mais

29/01/2020 17h11 - Atualizado em 17/04/2020 14h39



O assalto a banco que ocorreu em Apiúna no fim do ano passado foi arquitetado de dentro da Penitenciária de Chapecó. É isso que aponta o delegado Ronnie Esteves, responsável pelas investigações.

 

Na manhã desta quarta-feira, dia 29, a Polícia Civil deflagrou a Operação Saque Recusado, com buscas e apreensões que ocorreram nas cidades de Apiúna, Indaial, Blumenau e Chapecó. 

 

"Apuramos que todo o planejamento do crime veio das dependências da penitenciária de Chapecó com a utilização de telefones celulares por dois líderes da facção criminosa que atua dentro e fora dos presídios", aponta o delegado de Ascurra.

 

Na cela em que estavam os dois presos foi apreendido um celular (que teria sido usado para planejar o assalto), carregadores artesanais e cartas relacionadas a uma facção criminosa. Um terceiro envolvido no planejamento do roubo também teve a prisão preventiva decretada e é considerado foragido.

Com informações do NSC Total


COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.