Agricultor mata dupla de assaltantes e deixa outro ferido ao ser vítima de roubo no RS

Família chegou a ser trancada no banheiro durante assalto em Passo Fundo

Por Oeste Mais

08/01/2020 08h34 - Atualizado em 17/04/2020 14h39



Ladrões foram mortos no interior de Passo Fundo (Foto: Vinicius Coimbra/Diário)

Um agricultor baleou e matou dois homens que teriam invadido sua propriedade na tarde desta terça-feira, dia 7, no interior de Passo Fundo (RS). Uma terceira vítima ainda foi atingida na perna e sobreviveu, segundo informou a Rádio Uirapuru.


O confronto aconteceu depois que os três homens chegaram na propriedade pedindo pelo dono da casa e dizendo que queriam comprar queijo e salame. Após o agricultor se aproximar, foi anunciado o assalto.

 

A família foi trancada em um banheiro enquanto os assaltantes reviravam a casa em busca de objetos de valor. Em determinado momento, o agricultor teria conseguido sair do cômodo onde estava preso e, de posse de uma espingarda, teria disparado contra os criminosos, que tentaram fugir em um Chevrolet Kadett, com placas de Passo Fundo.

Bandidos se envolveram em acidente durante a fuga (Foto: Vinicius Coimbra/Diário)

O agricultor perseguiu os bandidos, que capotaram o veículo a menos de um quilômetro da residência. Os criminosos se esconderam em uma mata e um forte confronto foi registrado. Dois homens foram atingidos fatalmente e um terceiro ficou ferido. Os mortos foram identificados como Luiz Carlos Trevisan Pinheiro, que já tinha passagens por roubos, e Dionatan Lopes de Lima, com passagens por posse de entorpecente, tráfico de drogas, furto, arrombamento a estabelecimento comercial, ameaça e dano.

 

O bandido ferido na perna com um disparo de arma de fogo foi levado para a emergência do Hospital São Vicente de Paulo, onde permanece hospitalizado. O estado de saúde não foi divulgado. Ninguém da família assaltada se feriu.


COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.