Polícia Civil faz operação contra grupo suspeito de praticar desvios na Celesc

Ao todo, foram expedidos 21 mandados de busca e apreensão

Por Oeste Mais

05/12/2019 13h32 - Atualizado em 17/04/2020 14h39



A Polícia Civil de Santa Catarina deflagrou na manhã desta quinta-feira, dia 5, uma operação contra um grupo suspeito de praticar desvios das Centrais Elétricas de Santa Catarina (Celesc), incluindo como alvo das ações, empresários e servidores públicos.

 

Ao todo, foram expedidos 21 mandados de busca e apreensão e 49 veículos dos investigados que foram sequestrados. Os trabalhos ocorrem em Florianópolis, São José, Itajaí, Blumenau, Orleans e Pescaria Brava, além de Curitiba no Paraná. Até as 9 horas, não há balanço das ações.

 

Segundo a polícia, a diretoria técnica da Celesc, com base em eventos emergenciais, como vendavais e tempestades, aprovavam a realização de serviços de manutenção, que seriam prestados pela Divisão de Infraestrutura da companhia.

 

A investigação apurou que pelo menos seis serviços não foram prestados e o dinheiro teria sido desviado pelo servidores da Celesc e pelos empresários investigados.

 

De acordo com a apuração inicial, o desvio ultrapassa os R$ 3,3 milhões. O nome da operação "Zero Grau" é uma alusão à grande quantidade de notas fiscais frias emitidas por supostos serviços que não foram realizados.

 

Por meio de nota, a Celesc informou que está colaborando com as autoridades e que aguarda a continuidade das investigações

Com informações do G1


COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.