Receptadores são presos por revenda de carros de luxo clonados

Operação “Laranja Mecânica” foi deflagrada nesta sexta-feira pela Polícia Civil de Chapecó

Por Redação Oeste Mais

18/08/2018 13h16 - Atualizado em 17/04/2020 14h39



Carros de luxo foram apreendidos durante a operação (Fotos: Polícia Civil)

Voltada à repressão de crimes de receptação, estelionato e adulteração de veículos automotores, a operação “Laranja Mecânica” foi deflagrada nesta sexta-feira, dia 17, pela Polícia Civil de Chapecó, com dois homens presos e vários veículos apreendidos.

 

As investigações duraram aproximadamente um mês até a identificação do esquema. Conforme o apurado, os dois presos utilizavam uma revenda de veículos no Centro de Chapecó para o repasse de automóveis provenientes de crimes e com sinais de identificação adulterados.

 

Foram apreendidos quatro carros de luxo, avaliados em cerca de R$ 400 mil, frutos de roubos, furtos e estelionatos praticados em Santa Catarina e no Rio Grande do Sul. Os veículos são um Range Rover Evoque (furtado no Rio Grande do Sul), um Mercedes-Benz C180 (com sinais de identificação adulterado), um Fiat Toro Volcano (fruto de estelionato em Santa Catarina) e um Ford Ecosport (com sinais de identificação adulterado).

 

Segundo a Polícia Civil, todos tinham características claras de adulteração de sinais alfanuméricos de fábrica. Os responsáveis responderão pelos crimes de receptação qualificada pela utilização de meio comercial, adulteração de sinal identificador de veículo automotor e possivelmente por estelionato.


COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.