Mãe é presa após morte de bebê de apenas três meses de idade

Recém-nascido foi encontrado com hematomas no olho esquerdo e na lateral da cabeça

Por Oeste Mais

09/04/2018 10h32 - Atualizado em 17/04/2020 14h39



A Polícia Civil de Chapecó está investigando a morte de um recém-nascido no final da manhã de domingo, dia 8, no município de Guatambu, na divisa com Chapecó. O bebê deu entrada na Unidade de Pronto Atendimento do Bairro Efapi, em Chapecó, já sem sinais vitais, segundo a Polícia Militar.

 

A mãe foi presa porque a criança apresentava hematomas no olho esquerdo e na lateral da cabeça. Ela relatou à PM que estava amamentando a criança quando pegou no sono. A mulher também informou que havia bebido. O recém-nascido foi resgatado por uma irmã, de 15 anos, e levado ao hospital.

 

De acordo com o site Clic RDC, uma equipe do Samu seguia pelo Bairro Efapi quando ocupantes de um carro abordaram os socorristas pedindo socorro.  Depois de chagar até a Unidade de Pronto Atendimento, um médico atestou que o bebê já não apresentava mais sinais vitais.

 

Segundo a PM, a irmã da criança contou que na noite passada estava cuidando do bebê e levou ele para a mãe, que é madrasta dela, amamentar o recém-nascido. A adolescente contou ainda que deixou o bebê sob os cuidados da mulher. Já no domingo pela manhã, ao acordar, encontrou o bebê na cama junto com a mãe e com sangue no rosto, momento em que pegou a criança para levá-la a Chapecó.

 

A Polícia Militar esteve na casa da família, em Guatambu, onde encontrou a mãe. A mulher foi detida e encaminhada para a delegacia. Após prestar depoimento, ela foi levada ao presídio. As investigações são conduzidas pela Polícia Civil.


COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.